terça-feira, fevereiro 14, 2012

1# - A Divisória

Humanos são híbridos por natureza, seja lá o jeito que se originou o ser humano, ele tem sim seu lado animal e seu lado "racional". Lado racional este que tem de ser administrado desde pequeno, com extremo cuidado para que não hajam pequenas feridas, como nós, Segundas Personalidades. Ainda assim é impossível prever ou controlar o que um vai ser, simplesmente por ele ser um.

A maior divisória se vê em quanto uma pessoa consegue expressar seus sentimentos. Quanto mais raiva se tem, quanto mais felicidade, tristeza, inocência. Maior o lado animal. Um animal precisa de pouco para existir, comida, bebida, higiene e familiares. É tudo o que uma criança precisa e é nessa faze da vida que atingimos o ápice de todo nosso lado animal. Mas a sociedade nos obriga a ser humanos, após essa faze tudo termina em válvulas de escape.

O Humano, por outro lado, é um ser muito complicado. Cheio de marra, personalidade própria e gostos diferentes, conseguem ser tão únicos que mesmo os mais unicos tem problemas em sua excentricidade. Se tornar humano é o declínio de toda e qualquer inocência que tínhamos, pois a partir do momento em que nos tornamos humanos, as variáveis que nos formaram, formam e formarão são todas maleáveis o bastante para criar outras variáveis  que criarão poucas constantes que definirão nossa personalidade. Mas diferente do dito, até mesmo constantes são variáveis na mente humana.

Dividindo essas duas podemos então nos concentrar em cada uma, para que assim sabermos seus efeitos, qualidades e defeitos. O Prólogo foi dado para as analises.

Nenhum comentário:

Postar um comentário